Catequese - Reuniões de pais
  Técnicas  |  Reuniões de pais Actividades  
      
 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como formar cristamente os pais?

É uma pergunta que fazem muitos párocos e catequistas: como evangelizar e sensibilizar os pais para a educação cristã dos filhos? Hoje não se pode educar as crianças na fé , sem a colaboração dos pais. A catequese paroquial deve ligar-se cada vez mais à família. A família é a Igreja doméstica que tem a primeira responsabilidade na educação dos filhos e que exerce uma influência fundamental no desenvolvimento da sua fé.
Aliás a evangelização das crianças de modo nenhum pode realizar-se à margem da evangelização dos adultos. Mutuamente se condicionam. As crianças dependem e recebem dos adultos. A formação cristã das crianças e adolescentes depende portanto da formação cristã dos adultos, ou melhor, da formação da comunidade em geral.
Assim não podemos organizar a catequese da infância e adolescência sem nos preocuparmos simultaneamente com a sensibilização e formação dos pais. Com esta preocupação elaborou-se um conjunto de temas que pretendem realmente ser uma ajuda para valorizar as reuniões de pais.

MOTIVAR OS PAIS

Frequentemente esbarramos com uma primeira dificuldade:«os pais não aparecem!». Que fazer para motivar os pais que têm filhos na catequese a participarem nestas reuniões?
Um primeiro passo é valorizá-las. Procurar que aqueles que aparecem se sintam enriquecidos. O interesse e a participação dependem do conteúdo e da própria dinâmica das reuniões.
Além de enriquecer as reuniões devemos também encontrar uma forma de chegar aos pais e motivá-los a participar. A convocatória das reuniões, é, pois um segundo passo a dar. Apresentaremos, por isso, uma outra indicação nesse sentido embora a motivação depende sobretudo da iniciativa dos responsáveis de cada comunidade.
Estes dois passos para motivar a participação dos pais supõem uma preocupação de fundo: como sensibilizar a família para educar cristãmente os filhos? Como evangelizar a família e tornar a família evangelizadora? Aqui se situa o problema fundamental. As reuniões de pais com os filhos na catequese são apenas um aspecto deste problema mais vasto e só encontra a resposta adequada na evangelização da família.
Assim a valorização das reuniões de pais supõe atenção e cuidado pela pastoral familiar. Esta engloba a preparação do matrimónio, o acompanhamento dos casais, a preparação do baptismo - todo o apoio que se refira à família cristã como célula da Igreja.
No entanto parece oportuno lembrar alguns momentos propícios para despertar o interesse dos pais por estas reuniões:
- semana do ensino religioso;
- matrícula na catequese;
- preparação e celebração das festas de catequese.

De seguida apresentaremos alguns temas e esquemas que poderão ser pedidos através do e-mail, que servirão de elementos de apoio que necessitam de aprofundamento e adaptação. Não são para serem seguidos mecanicamente mas uma ajuda que o orientador das reuniões completará e adaptará à realidade concreta dos participantes.

Como orientar as reuniões de pais

Temas para reuniões

O que é a catequese e como se organiza
Formar pais cristãos
A oração
A importância da Primeira Comunhão na iniciação da vida cristã das crianças
Consciência
Sentido do pecado e reconciliação
Lugar da Eucaristia na vida cristã
Família cristã
Diálogo em família
Em que acredita o cristão

 

 

Carolina Assunção